Bem-vindo ao Percy Jackson - Olympus RPG!

Chalé dos filhos de Hades

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Chalé dos filhos de Hades

Mensagem por Hades em Sab Abr 09, 2011 4:38 pm

Enquanto checava as coisas pelo Submundo, Hades se vê de frente à porta do chalé de Hades, ao que mais parecia um mausoléu "tamanho grande". Ao entrar, ele se depara com várias camas e beliches negros com aparência antiga. As paredes eram negras e incrustadas com símbolos da morte.
- Ora, ora. - murmurou Hades - O que temos aqui?
Ao olhar para um lado do chalé, ele vê um estátua de si mesmo, perfeita e de tamanho real. Quando viu aquilo, sentiu vontade de destruir, e como tudo que ele queria ele conseguia... Ele incinerou a estátua com chamas negras.
- Fru-Fru demais...
Em um outro canto, havia uma escrivaninha antiga com um abajur esquecido por ali. Foi até a escrivaninha e da pequena gaveta tirou um pedaço de pergaminho e uma pena, molhou em um tinteiro que jazia do lado do abajur e escreveu, com sua letra antiga:


"Olá, crianças necromantes. Escrevo-lhes esta carta para dar boas-vindas ao seu chalé. Sejam comportados com seus irmãos e irmãs, não tentem se matar entre si (apesar de ser o Imperador do Submundo, eu tenho coisas melhores para fazer do que trazer de volta os azarados). E não se acostumem com a minha boa vontade de lhes escrever cartinhas. Agora tenho que fazer coisas mais úteis do que isso, até algum azarado dia."

Então, Hades saiu do chalé e desapareceu.
avatar
Hades
Deuses
Deuses

Mensagens : 447
Pontos : 754
Data de inscrição : 06/04/2011
Idade : 22
Localização : Morra primeiro, depois te conto.

Ficha "Meio-Sangue"
Vida :
99999999/99999999  (99999999/99999999)
Energia:
99999999/99999999  (99999999/99999999)
Arsenal :

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé dos filhos de Hades

Mensagem por Melissa D. Shield em Ter Maio 24, 2011 8:51 pm

Ao descobrir que sou filha de Hades muitas coisas se esclareceram.Fiquei feliz de não ser filha de algum deus menos como Éolo ou Bóreas, nem de Apollo, não gosto nada do sol.
Peguei meus poucos pertences no chalé de Hermes, onde eu dormia até então, e segui para o submundo.Lá chegando encontrei o mausoléu tamanho família também conhecido como minha casa a partir daquele momento.
Entrei, a porta fazia um ruído sinistro e era muito pesada.Joguei minhas coisas no chão, olhei em volta.
-Uns pôsters, uma luminária para eu poder ler nessa escuridão, e esse lugar se torna habitável.
Juntei minha mochila do chão e caminhei olhando para as paredes, notei que os símbolos nas paredes eram muito parecidos com os que eu rabiscava na parede do meu quarto naquele maldito internato.Vivia de castigo por causa disso.E agora o meu próprio pai mandou que os símbolos fossem gravados na parede.Sorri ao pensar na Irmã Carly, a freira que me colocava de castigo, colocando Hades para rezar um terço ajoelhado na capela.
Ao achar uma cama que, aparentemente não estava ocupada, joguei minha mochila nela, olhei para o lado e notei uma carta em cima da escrivaninha.Eu estava sozinha ali, decidi ler para passar o tempo.
Fui surpreendi por um bilhete do...meu pai, uma carta de boas vindas.

"Olá, crianças necromantes. Escrevo-lhes esta carta para dar boas-vindas ao seu chalé. Sejam comportados com seus irmãos e irmãs, não tentem se matar entre si (apesar de ser o Imperador do Submundo, eu tenho coisas melhores para fazer do que trazer de volta os azarados). E não se acostumem com a minha boa vontade de lhes escrever cartinhas. Agora tenho que fazer coisas mais úteis do que isso, até algum azarado dia."

-Nossa, Hades honra a fama que tem.Se bem que eu acharia estranho se a carta terminasse em "com amor, Papai."

Deitei e fiquei olhando para o teto, estava curiosa para conhecer meus "irmãozinhos".
avatar
Melissa D. Shield
Filhos de Hades
Filhos de Hades

Mensagens : 138
Pontos : 129
Data de inscrição : 24/04/2011
Idade : 23
Localização : Acampamento Meio-Sangue

Ficha "Meio-Sangue"
Vida :
150/150  (150/150)
Energia:
150/150  (150/150)
Arsenal :

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé dos filhos de Hades

Mensagem por Gregory A. Wyngate em Ter Maio 24, 2011 9:11 pm

Gregory encarava o chalé de longe, de braços cruzados e cenho franzido. Dava para acreditar que tudo o levou até o submundo, de frente a um chalé onde passaria uma boa parte de seu tempo? Não podia crer que momentos antes estivera atravessando um rio de almas junto com o barqueiro da morte indo para um lugar que chamaria de lar. Ele estava usando roupas de cor negra, com apenas uma mochila nas costas trazendo os seus poucos pertences. De uma coisa estava certo, não sentiria falta do chalé de Hermes.

Finalmente dando passos em direção para o chalé, abriu a porta sem bater, não esperava que tivesse alguém. Porém lá estava uma garota. Sua irmã. Afinal ele também era um filho de Hades. Gregory adentrou o local e fechou a porta atrás de si, olhou rapidamente ao redor observando a decoração e as camas, escolhendo uma vazia para jogar a sua mochila encima. Era uma cama depois da garota.

Ele sentou sobre o colchão, do lado em que estava a garota, ignorou o bilhete que ali estava e a olhou. Não sabia dizer se eram parecidos ou não, afinal não sabia o quanto era parecido por Hades. Gregory apoiou os braços sobre as pernas inclinando o corpo um pouco para a frente tentando relaxar da viagem, olhou para sua irmã e sorriu de lado enquanto falava.

-Oi, sou o Gregory. Primeiro dia aqui também?
avatar
Gregory A. Wyngate

Mensagens : 35
Pontos : 52
Data de inscrição : 14/05/2011

Ficha "Meio-Sangue"
Vida :
150/150  (150/150)
Energia:
150/150  (150/150)
Arsenal :

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé dos filhos de Hades

Mensagem por Melissa D. Shield em Ter Maio 24, 2011 9:48 pm

Durante a minha meditação involuntária, ouvi o sinistro rangido da porta ecoar pelas paredes do chalé, levantei para ver quem era.
Um garoto alto entrou pela porta, jogou suas coisas na cama ao lado da minha, sentou e se apresentou, seu nome era Gregory não-sei-do-quê.Ele sorriu e me perguntou se era meu primeiro dia ali.
Antes de responder, saí da minha cama e me dirigi à cama dele para sentar ao seu lado.Sentei na cama de Greg na posição de lótus.
Estiquei minha mão para cumprimentá-lo - Prazer, Melissa Dyana Shield, mas pode me chamar de Mel.É, parece que colocaram uma plaquinha na porta do submundo com a inscrição "Seja filho de Hades você também", parece que tem mais gente pra chegar, isso aqui vai ficar lotado. - Falei, sorrindo.

avatar
Melissa D. Shield
Filhos de Hades
Filhos de Hades

Mensagens : 138
Pontos : 129
Data de inscrição : 24/04/2011
Idade : 23
Localização : Acampamento Meio-Sangue

Ficha "Meio-Sangue"
Vida :
150/150  (150/150)
Energia:
150/150  (150/150)
Arsenal :

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé dos filhos de Hades

Mensagem por Gregory A. Wyngate em Ter Maio 24, 2011 10:28 pm

♫♪♫
Só sei que gosto de garotas sempre a me rodear; gosto de abraçar, beijar e desligar
Quando estou rodando e não tenho aonde ir; fico sempre na dúvida com qual eu vou sair
Porque sou "O Lobo Mau", é "O Lobo Mau"; eu sou o tal, o tal, o tal, o tal...

♫♪♫



Ele a observou se aproximar, deu espaço para que ela pudesse se sentar na posição que se sentia mais a vontade e ele se posicionou de modo a ficar de frente a ela, apoiando uma das mãos agora sobre o colchão. Olhou diretamente nos olhos dela, a fitando despreocupado aqueles olhos azuis. Escutou a apresentação dela e olhou ao redor quando ela comentou sobre os irmãos que estava para vim e os que já estavam ali. Seria que ele teria problemas? Tornou a olhá-la do mesmo modo que antes. Pode notar o quanto o sorriso dela era bonito.

-Espero que não fique muito cheio, não sou muito fã de multidões por... bem... sou um mentalista também, um novato na área e minha mente pode ficar um pouco confusa com muita gente por perto.

Gregory tentou explicar em poucas palavras, mas a verdade era que se sentia a vontade ao lado da irmã.
avatar
Gregory A. Wyngate

Mensagens : 35
Pontos : 52
Data de inscrição : 14/05/2011

Ficha "Meio-Sangue"
Vida :
150/150  (150/150)
Energia:
150/150  (150/150)
Arsenal :

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé dos filhos de Hades

Mensagem por Melissa D. Shield em Qua Maio 25, 2011 8:41 pm

Greg me falou que não se sentia muito bem em multidões por que era Mentalista, eu não sabia o que era, mas só pelo nome pude perceber que era alguma coisa bem legal.
Ele fazia o tipo caladão, não era agitado como eu, mas vi que era um cara legal, do tipo de pessoa que olha nos olhos enquanto conversa.
-Então, o que são esses "Mentalistas" que você disse?Você pode ler minha mente?
Fiz uma careta como se estivesse o desafiando e comecei a rir.
-Hey, quando cheguei aqui imaginei que encontraria pessoas bem diferentes.Você é um cara bem legal.Acho que vou gostar de ter você como irmão.
E dei um soco de leve no braço dele.De alguma forma, senti que já o conhecia, apesar de nunca tê-lo visto.
-Aliás, viu a carta que o "papai" nos deixou?
Alcancei a ele o pedaço de papel que trazia comigo.
avatar
Melissa D. Shield
Filhos de Hades
Filhos de Hades

Mensagens : 138
Pontos : 129
Data de inscrição : 24/04/2011
Idade : 23
Localização : Acampamento Meio-Sangue

Ficha "Meio-Sangue"
Vida :
150/150  (150/150)
Energia:
150/150  (150/150)
Arsenal :

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé dos filhos de Hades

Mensagem por Gregory A. Wyngate em Qui Maio 26, 2011 6:24 pm

♫♪♫
Eu sou do tipo que não gosta de casamento tudo que eu faço ou falo, é fingimento
Pego o meu carro e começo a rodar tenho mil garotas uma em cada lugar
Me chamam "O Lobo Mau", é "O Lobo Mau", eu sou o tal, o tal, o tal, o tal...

♫♪♫



Era notório que sua irmã era do tipo animada. Gregory sempre imaginou como seriam seus irmãos, se seriam raivosos e cheios de ódio como sempre imaginou que seu pai fosse, por toda a sua história (mitológica). Mas Mel sorria, ficava ao seu lado querendo conhecê-lo. Não pode deixar de sorrir quando ela lhe perguntou sobre as leituras de mente.

-Não, não quando eu quero. Só as vezes. Não controlo então não sei quando vai acontecer, mas é bem por ai. Escuto histórias que mentalistas mais treinados podem fazer coisas incríveis só com o pensamento. Mas eu já posso fazer isso.

Gregory abriu a mão deixando a palma virada para cima, usou de sua telecinese para fazer o bilhete de seu pai flutuar devagar e não muito alto até sua mão. Sem muito interesse, abriu o bilhete e o leu. E não ficou nem um pouco surpreso com o que ali tinha escrito. Manteve sua expressão neutra, devolvendo o bilhete para Mel.
avatar
Gregory A. Wyngate

Mensagens : 35
Pontos : 52
Data de inscrição : 14/05/2011

Ficha "Meio-Sangue"
Vida :
150/150  (150/150)
Energia:
150/150  (150/150)
Arsenal :

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé dos filhos de Hades

Mensagem por Nicholas E. Houston em Sab Jul 09, 2011 7:26 am

Entrei no chalé e vi alguns novos irmãos.
Tudo estava calmo e alguns se apresentavam. Eu estava um pouco apressado, então escolhi uma cama, e assenti levemente com a cabeça, para aqueles que me olhavam. Era meu modo de falar quando estava com pressa. Peguei algumas roupas e fui até o banheiro. Depois do banho, comecei a provar roupas para meu encontro com Emily. Ela era de certo modo, especial para mim. Coloquei uma blusa branca com gola "V" e um blazer preto por cima, com um jeans escuro e meu adidas. Nada esportivo ou social de mais. Nervoso, arrumei o cabelo e coloquei perfume, indo ao lugar do encontro em seguida.


Nicholas Evans Houston
"Os homens temem a morte como as crianças temem ir no escuro; e assim como esse medo natural das crianças é aumentado por contos, assim é o outro.


avatar
Nicholas E. Houston
Filhos de Hades
Filhos de Hades

Mensagens : 21
Pontos : 31
Data de inscrição : 07/07/2011
Idade : 24
Localização : No seu olhar.

Ficha "Meio-Sangue"
Vida :
120/120  (120/120)
Energia:
120/120  (120/120)
Arsenal :

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé dos filhos de Hades

Mensagem por Bryan D. Pierce em Qua Jul 13, 2011 8:51 am

Bem vindo ao lar...


Logo após ser descoberto pelo meu melhor amigo filho de Hermes, Connor Stoll, eu saí da mesa dos filhos de Hermes e estava pronto para ir ao chalé dos filhos de Hades, não aguentava mais a barulheira do chalé de Hermes.
Logo que terminou o jantar eu fui ao meu antigo chalé acompanhado de Connor e peguei minhas coisas, na porta do chalé estava meu outro melhor amigo, Charles Beckendorf, filho de Hefesto. Eles eram meus únicos amigos em todo o acampamento, os únicos que eu não havia matada ou arranjado uma briga, por isso agente se indetificava bastante.


♠ ♠ ♠

Peguei minhas duas espadas e coloquei nas minhas costas, segurei o arco sem flechas na mão direita e a mochila em um dos meus ombros, olhei para Connor e Beckendorf e lhe dei um forte abraço, já ciente de que quando estiver com os filhos de Hades eu não iria encontrá-los tão cedo. Resolvi não me despedir como devia, já que eu com certeza iria voltar, saí do chalé sem olhar para trás, vizando o chalé de Hades que logo de cara eu me indentifiquei, ele era escuro e com algumas caveiras cravadas na porta, o que me deixava mais confortável do que alguns campistas com tenis all star voadores, voando por cima e por dentro do chalé feito crianças bobas.

♣ ♣ ♣

Abri o chalé e fiquei fascinado com o que estava vendo, era com certeza o tipo de chalé que eu queria morar, o aroma de gente morta misturado com um cheiro de flores negras, olhei todos os cantos do chalé e vi bastante campistas, realmente não esperava que tivesse tanta gente ali... Meus... Meus... Não consigo nem pensar em dizer tal palavra, eu nunca tivera alguém da minha família desde o que aconteceu com a minha mãe.

♦ ♦ ♦

Sentei em uma cama e coloquei minha mochila sobre ela, retirei as espadas e tambem deixei na cama junto com o arco. Fiquei sentado na cama sem falar com ninguém, ja que eu não tinha nada para falar com eles. Coloquei os pés sobre a cama e me encolhi ficando com as costas na parede e olhando para a lâmina da minha espada, pensando no que iria fazer agora.


|--†--| "Nada de grelha. O inferno... São os Outros" |--†--| Jean Paul Sartre |--†--|

avatar
Bryan D. Pierce
Comensais de Hades
Comensais de Hades

Mensagens : 482
Pontos : 520
Data de inscrição : 03/07/2011
Idade : 29
Localização : Tentando chegar no Olimpo

Ficha "Meio-Sangue"
Vida :
250/250  (250/250)
Energia:
250/250  (250/250)
Arsenal :

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé dos filhos de Hades

Mensagem por Richard D. Erik em Sab Jul 16, 2011 11:45 am

Caminhando lentamente ele se aproximava, seus passos não criavam o menor ruído. Ele andava como fantasma, com sua mente divagando sobre tua volta para "casa", o lar que o acolheu, logo que ele descobriu a maior verdade sobre sua origem: ele era filho de Hades. Depois daquele momento fatídico, que lhe proporcionou inumeras emoções contraditórias, uma certa dose de aventura tomou sua vida. Ele fitava o arpecto da morte todos os dias, fosse pelo machado de seu inimigo ou pelo reflexo das água do rio aqueronte, onde almas clamavam por piedade.

Ao entrar no chalé, não produziu um som, não olhou, mas segiu em frente, ao lugar onde era sua cama, no canto mais distante do chalé. Lá, uma caveira com o nome "ERIK" fora riscada. Lá foi onde ele dormira por tantas vezes. Mas neste exato momento que outras lembranças cruzaram sua mente. Ele fechou os olhos por alguns segundos, se virou e foi embora.

Ele tinha um trabalho para fazer. Este foi o retorno de um andarilho.

Este, é Richard D. Erik.


- O Cavaleiro Negro
O Revolucionário -


And in this labyrinth where night is blind,
The Phantom of the Opera is there
Inside your mind.

avatar
Richard D. Erik
Filhos de Hades
Filhos de Hades

Mensagens : 242
Pontos : 344
Data de inscrição : 09/04/2011
Idade : 22

Ficha "Meio-Sangue"
Vida :
310/310  (310/310)
Energia:
310/310  (310/310)
Arsenal :

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé dos filhos de Hades

Mensagem por Oliver Sykes em Dom Jul 17, 2011 11:35 am

Escolho qualquer cama, jogo minhas coisas em baixo dela e saio do chalé.


Nós não temos nenhuma nação, nenhuma filosofia, nenhuma ideologia. Vamos para onde somos necessários, a não lutamos para o país, não para o governo, mas para nós mesmos. Nós precisamos de nenhuma razão para lutar. Nós brigamos porque somos necessários. Seremos a dissuasão para aqueles com nenhum outro recurso. Somos soldados sem fronteiras, o nosso propósito definido pela época em que vivemos! Às vezes, teremos que vender nossos serviços, e seremos vistos como terroristas, bandidos, traficantes. E sim, todos nós podemos estar indo direto para o inferno. Mas que lugar melhor para nós do que isso? É a nossa única casa. O nosso céu e nosso inferno.
avatar
Oliver Sykes
Filhos de Hades
Filhos de Hades

Mensagens : 3
Pontos : 3
Data de inscrição : 04/07/2011
Idade : 31
Localização : Shefield, Inglaterra

Ficha "Meio-Sangue"
Vida :
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Arsenal :

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé dos filhos de Hades

Mensagem por Bryan D. Pierce em Dom Set 04, 2011 10:27 am

Levantei da minha cama e fui em direção ao meu armário de armas, vasculhei ele por inteiro e retirei de la minha espada de Ferro Estigio. Sentei na cama observando a lamina da minha espada enquanto dividia os olhares para os meus irmãos que não paravam de fazer bagunça. Aquilo me irritava de uma maneira que poucos entendiam, a melhor paz que posso ter as vezes é o silencio.
Levantei novamente da minha cama e peguei minha Lira de ossos, me sentando no chão em um canto do chalé. Comecei a tocar uma música lenta e baixa, onde eu podia me perder na melodia da minha música, onde ninguém poderia me incomodar, no meu mundo.


|--†--| "Nada de grelha. O inferno... São os Outros" |--†--| Jean Paul Sartre |--†--|

avatar
Bryan D. Pierce
Comensais de Hades
Comensais de Hades

Mensagens : 482
Pontos : 520
Data de inscrição : 03/07/2011
Idade : 29
Localização : Tentando chegar no Olimpo

Ficha "Meio-Sangue"
Vida :
250/250  (250/250)
Energia:
250/250  (250/250)
Arsenal :

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé dos filhos de Hades

Mensagem por Luke Mckagan em Ter Nov 01, 2011 12:50 pm

Voltar para casa ,não tinha nada melhor ,me sentia confortável , me sentia como se estivesse longe por muito tempo e finalmente voltasse para casa ,na realidade apenas fiquei algumas horas fora .Já tinha me acostumado com o lugar era simplesmente perfeito ,alguns dos meus irmãos se encontravam lá ,estava me acostumando com eles também.

Sentei na minha cama ,tire minha adaga e olhei para ela podia ver meu reflexo ,fazia muito tempo que não via meu reflexo particularmente nem lembrava de como era meu rosto ,e de certa forma não importava .

A cama estava como tinha deixado ,desarrumada ,assim como todas as minhas coisas ,e eu pouco me importava .Na realidade nada importava ,apenas o fato de estar em casa .


son of Hades



"Oh don't talk of love" the shadows purr
Murmuring me away from you
"Don't talk of worlds that never were
The end is all that's ever true
There's nothing you can ever say
Nothing you can ever do... "
Still every night i burn
Every night i scream your name
avatar
Luke Mckagan
Filhos de Hades
Filhos de Hades

Mensagens : 44
Pontos : 61
Data de inscrição : 25/04/2011
Idade : 23

Ficha "Meio-Sangue"
Vida :
400/400  (400/400)
Energia:
400/400  (400/400)
Arsenal :

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé dos filhos de Hades

Mensagem por Kassie L. Redfield em Sex Nov 25, 2011 6:18 pm

In Home


Bom, dias escuros eram os meus favoritos. Aquele em si estava especial, o vento frio batia em meu rosto. O chalé de Hermes era desconfortável. Passava minha adaga de uma mão para outra, impaciente. O manto negro que havia encontrado ainda estava embaixo do meu braço, mesmo que eu não soubesse o que diabos ele fazia... Se é que fazia alguma coisa.
O momento da minha reclamação foi totalmente, hã, normal. Eu era crente de que Hades era meu pai. Meu nascimento não deveria ter acontecido, já que os três grandes juraram não se apaixonar por mortais. Levantei parecendo indiferente, pegando minha mochila, o manto e a adaga. Apesar da expressão, eu estava me sentindo forte e confiante como nunca.

...

E lá estava eu, uma pequena garota no submundo, e não estava morta. Pelo menos era o que achava. Observava todos os detalhes da construção negra e sombria que era o que eu tinha que chamar de casa. Encostando a mão na porta, tentei pensar naquele momento como único. Então a menininha era filha do senhor dos mortos, hein? Estranho.
Empurrei a porta, dando de cara com meninos e meninas de feições diferentes. Tossi para não rir ao pensar que aqueles eram meus irmãos de sangue divino. Olhei para todos eles, mostrando que não era nenhum pouco vergonhosa, e que não ia ser intimidada só por ser a novata. Avistei uma cama no canto, vazia, mas ao chegar mais perto percebi que estava escrito na madeira da frente "Lea", meu nome do meio. Papai sabia o tempo todo que eu ia sobreviver até aquele momento?
A minha vida acabava de começar.



Kassie Lynn Redfield
filha de hades
avatar
Kassie L. Redfield
Caçadoras de Ártemis
Caçadoras de Ártemis

Mensagens : 5
Pontos : 5
Data de inscrição : 14/11/2011
Localização : Não te interessa '-'

Ficha "Meio-Sangue"
Vida :
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Arsenal :

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé dos filhos de Hades

Mensagem por Edward S. Taylor em Ter Jan 31, 2012 6:34 pm

The Reclamation, a Son of Hades

Era isso, minha vida estava totalmente diferente do que costumava ser, sem mais nem menos, eu tinha descoberto que era um semideus, filho de um Deus. No começo, pareceu empolgante, revolucionário, misterioso, louco e insano, mas depois que entrei naquele Acampamento, percebi que só era mais um de muitos; eram diversas crianças, adolescentes, garotos e garotas das mais variadas idades, só não parecia ter adultos, talvez porque o destino de um meio-sangue não fosse passar dos 18 anos, ou por aí. Em consideração do que tinha visto e enfrentado, morrer, soava... normal, de qualquer jeito, me senti mais estranho ainda, quando fui parar no Chalé de Hermes, o Deus dos Mensageiros, eu tinha quase certeza que não era filho dele, meu jeito, ou até mesmo as estranhas "habilidades" que tinha despertado no caminho até a Colina, não tinham absolutamente nada a ver com o Hermes... Estava jogado em um beliche, no meio daquela bagunça, quando percebi que eu poderia ser filho dele, eu tinha quase certeza que era... Imterrompi meus pensamentos, quando Quíron entrou na sala. Quíron é o responsável pelos campistas, ele e Dioniso, mas aquele Deus não parecia se importar muito com a Colina, ao contrário de Quíron, que estava sempre atento e preocupado, principalmente com os novos campistas. Ele adentrou o Chalé em sua forma de Centauro, o que mostrava claramente sua "parte cavalo", com pernas quadrúpedes, parecia empolgado, nervoso e assutado, tudo ao mesmo tempo, enquanto olhava fixamente para mim, e falou com um tom um tanto sombrio. E reparei que todos olhavam para mim, todos mesmo, os campistas pararam de bagunçar, e pareciam muito interessados no meu rosto, ou alguma coisa que estava encima dele..." ▬ Fenix..." ▬ Disse Quíron. "▬ Parece que... Você foi proclamado! Ainda não reparou o Elmo em sua cabeça?" ▬ Disse o Cantauro, surpreso, olhei para cima, e percebi que um Elmo estava, literalmente, levitando encima de minha cabeça, se rotacionava em uma cor totalmente negra, e percebi uma coisa; meu pai tinha me reclamado. "▬ Filho de Hades, hã?!" ▬ Falou Quíron, enquando alisava sua barba, espera, filho de Hades?

• • •
Assim que pisei no submundo ▬ ou quase isso ▬ uma aura de energia negra circulou meu corpo, como uma pequena labareda negra circulando meu braço direito, e tomou uma forma comprida, e em um instante, se dissipou, materializando uma espada, totalmente diferente das que eu já tinha visto ▬ o cabo era bonito, com gravuras de chamas em torno do mesmo. A lâmina era totalmente negra, podia sentir o enorme poder que ela emanava, o medo, o terror, a lâmina era gélida, e até mesmo os guardas esqueleto, que me escoltavam, se afastaram. ▬ Hum... interessante. ▬ Falei, analisando detalhadamente a espada, era isso? A arma era minha? Felizmente, parecia que sim, pelo menos ninguém disse o contrário.
Cheguei no meu mais novo chalé, a construção era... diferente. Paredes feitas de metal, aço, e materiais pesados, totalmente negros, com uma grande caveira em cima da construção, adentrei o chalé, observando as pessoas dentro dele, garotos e garotas, tecnicamente, meus irmãos e irmãs, Hades tinha alguns filhos ▬ para minha surpresa ▬, por momentos, pensei que fosse único, mas parece que não. Apenas caminhei até uma cama vazia, ageitando o novo ármario, com a armadura que tinha surgido em meu corpo assim que fui proclamado, e sentando na cama, analisando a espada que tinha, simplesmente, surgido na minha mão. ▬ Então, é isso que é ser um filho de Hades?!




"When i look into your eyes,
I can see it.
The Hope, the thing who make us strong.

Hope is the only think we can fight for,
when everthing is lost.
But when i look back, and see that sorrow,
my hope just fall.

But maybe, in another way, or even in another life,
I will can see the true significate of hope,
and finally: I will fly.
And I will touch the sky."
avatar
Edward S. Taylor
Filhos de Hades
Filhos de Hades

Mensagens : 16
Pontos : 16
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 19
Localização : UnderWolrd.

Ficha "Meio-Sangue"
Vida :
110/110  (110/110)
Energia:
110/110  (110/110)
Arsenal :

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chalé dos filhos de Hades

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum