Bem-vindo ao Percy Jackson - Olympus RPG!

Despertando a Parte Escondida da Minha Vida

 :: Diversos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Despertando a Parte Escondida da Minha Vida

Mensagem por Amy Saphire em Qui Jun 23, 2011 9:14 pm

Capítulo 1 - Desespero


Um raio de sol entrou em meu quarto pela janela de vidro. A luz dourada e brilhante que ofuscava meus olhos me fez acordar. Enterrei a cabeça no travesseiro, a última coisa que queria era ir para a escola.
- Acorda. Já está tarde. – Uma voz ao meu lado disse. Era a minha voz. Ou talvez não.
Antes que as coisas fiquem mais confusas: Sou Amy Saphire. Tenho 15 anos e moro em Nova York. Bom, nem sempre foi assim. Nasci na Filadélfia e vivi lá até quando tinha 14 e me transferi para cá. Vale ressaltar que tenho uma irmã gêmea, Olive, e quando digo gêmea, é impossível que você nos diferencie, a não ser que você seja minha mãe. Mamãe é escritora, não é muito famosa, mas escreve muito bem. Foi o motivo que levou a nossa mudança de uma cidadezinha pequena e congelante para a imensa que estamos agora. Meu pai... Bem, eu não o conheço. Ele simplesmente nunca esteve presente na minha vida e de minha irmã. Costumo chamar esse tipo de pai de “pai-fantasma”, apesar de que eu sempre lembro de vagas coisas quando penso nele.
- Liv... Fecha a janela, por favor. – Implorei. Eu adorava o sol, contanto que eu não estivesse com sono ou simplesmente tentando fugir do cruel cenário da escola.
- Eu escolhi esse casaco para você, vai ficar muito bonita. – Ela disse, me dando uma jaqueta jeans.
Sorri.

- Obrigada, mana.
Tomei meu banho e coloquei a roupa, estava pronta para sair quando minha mãe chamou. Seu cabelo estava preso e seus olhos verdes escondidos atrás de um óculos de leitura.
- Meninas, já tomaram café?
Suspirei. Peguei uma maçã e dei uma mordidinha, quando Liv arregalou os olhos (por favor, isso não era necessário, nossos olhos já são grandes) e me puxou pelo braço e saiu correndo.
- Ai! Minha maçã!
- Vamos chegar atrasadas! –
Ela disse, uma mão segurando a bolsa e a outra apertando meu braço.
Chegamos na escola bem na hora que o sino tocou, mas mesmo assim não entrei, eu tinha o direito de comer minha maçã em paz. Depois entrei. Minha mãe pediu para a direção da escola que todos os nossos horários, meus e os da minha irmã, fossem iguais. Eu não sei porque, mas tem alguma coisa escondida em relação a isso. Ficamos o tempo todo juntas, é uma opção. As pessoas da escola são estranhas.
O dia foi longo, principalmente por causa dos dois tempos de álgebra, a pior matéria existente. Tem coisas que não entram em minha cabeça. Só de pensar que eu poderia estar na aula de música ou simplesmente me formado e fazendo faculdade de música e medicina, eu percebo o quanto a vida é injusta. Era o que eu achava antes da noite chegar. Estava ouvindo música no fone de ouvido quando recebo uma ligação de mamãe.

- Amy?
- Oi, mãe.
- Está ocupada?
- Estou indo pra aula. – Falei, enrolando uma ponta de meu cabelo com o dedo. Faço aula de artes marciais.
- E sua irmã?
- Já deve estar em casa.

Ela suspirou.
- Bom, eu estava pensando... A editora me deu um aumento, queria levar vocês para fazer compras.

Eu ri.
- Seria ótimo, mãe. Te ligo depois, tchau.
Desliguei. A aula, resumidamente, foi muito ruim. Eu sou apenas faixa roxa. E hoje o sensei me colocou para lutar com um cara enorme faixa preta. No primeiro golpe, ele me deu um chute no estômago e eu caí no tatame, meu ombro direito e um lado da minha cabeça batera, forte no chão. Gemi, mas não chorei. Eu seria expulsa da aula.
- Levante-se, senhorita Saphire. – Disse o japonês irritante do meu lado.
- Não, me deixe aqui pra morrer. – Consegui dizer entre os dentes.
No vestiário, consegui enviar uma mensagem escondida para Liv dizendo “Socorro.”, é proibido usar celular, e troquei de roupa, optando por uma saia e uma blusa vermelha xadrez.
Escondendo toda a dor que eu tinha, saí com minha mãe e minha irmã. Fomos jantar, e quando minha mãe foi atender uma ligação fora do restaurante, Liv me olhou de um jeito desconfiado.

- Hã... Desculpe por não ter respondido sua mensagem, não tinha visto. O que aconteceu? Você parece estar escondendo alguma coisa.
Incrível como era como se as vezes a gente fosse a mesma pessoa. Tirei a franja do rosto e abaixei a manga da blusa, mostrando os hematomas que ainda doíam.
- Amy! O que aconteceu?
- Foi um treino... Não muito bom. Só mostra o quanto eu sou um fracasso. –
Disse cortando as alfaces em meu prato.
- Para com isso. – Ela falou. – Você é boa em várias coisas. Principalmente música.
Todos diziam isso, mas ela era tão boa quanto eu.
- Nem pense em contar para a mamãe.
- Tá bom. –
Ela concordou. Nós tínhamos alguns segredos que ficava só entre a gente mesmo, assunto de irmã.
Já era tarde quando voltávamos no carro para casa. A noite estava vazia e estranhamente silenciosa, quer dizer, estava silenciosa para Nova York. Vi uma sombra gigante.

- O que foi isso?
- Isso o quê? –
Mamãe perguntou.
- Eu... Vi alguma coisa. – Falei e mordi levemente o lábio inferior.
E a coisa apareceu de novo.

- Agora eu vi! – Liv gritou.
E nem deu mais tempo de pensar. “Aquilo” cravou as patas quebrando o vidro do carro.

- O que é isso? – Falei artodoada. Abri a porta e saí, tateando o chão pra sair, não estava enxergando anda. Minhas mãos começaram a doer, então olhei para elas, que estavam todas ensanguentadas. Então me virei para o carro e consegui gritar. – LIV!
Foi a última coisa que consegui dizer. O carro capotou e explodiu. A coisa sumiu entre as sombras. Desabei no chão e comecei a chorar. Era choro de dor e ódio. Minha irmã havia mesmo... Partido? Minha mãe também chorava, ela se sentou ao meu lado e partilhamos aquele terrível momento juntas. Um momento que eu desejava que não existisse.
Me levaram para casa. EU havia desmaiado antes. Ao entrar no quarto, tudo piorou, eu lembrava de como Liv havia desaparecido. Deitei na cama dela, lembrando dos tempos de quando brincávamos de guerra de neve quando crianças. E eu nunca havia chorado tanto assim em todos os anos da minha vida.


{OFF: obrigada se você leu ^^ ah, e o nome da fic está sujeito a mudancas, quero sujestões! Se estiver ruim, desculpa, sou iniciante -qq}


Última edição por Amy Saphire em Seg Jul 11, 2011 7:46 pm, editado 2 vez(es)



amy saphire

FILHA DE APOLLO • CAMPEÃ DE HERA • INSIDE YOUR SOUL
avatar
Amy Saphire
Devotos de Hera
Devotos de Hera

Mensagens : 344
Pontos : 439
Data de inscrição : 30/04/2011
Idade : 20
Localização : Aonde eu estiver :D

Ficha "Meio-Sangue"
Vida :
200/200  (200/200)
Energia:
200/200  (200/200)
Arsenal :

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Despertando a Parte Escondida da Minha Vida

Mensagem por Convidad em Qui Jun 23, 2011 9:21 pm

Oooooooooh, que emocionante e triste mana T.T
Continua loguinho loguinho, certo?
Quero saber mais da sua vida *.*

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Despertando a Parte Escondida da Minha Vida

Mensagem por Violet Montgomery em Sex Jun 24, 2011 10:23 am

Caraca ficou MUITO bom amiga!
Continue assim, minha doce de leitche ^-^



avatar
Violet Montgomery

Mensagens : 85
Pontos : 90
Data de inscrição : 24/05/2011
Idade : 21
Localização : Acampamento Meio-Sangue ^^

Ficha "Meio-Sangue"
Vida :
130/130  (130/130)
Energia:
100/100  (100/100)
Arsenal :

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Despertando a Parte Escondida da Minha Vida

Mensagem por Amy Saphire em Seg Jul 11, 2011 8:40 pm

Capítulo 2 - Tristeza

O dia estava cinzento, o sol não brilhava. Minha irmã estava morta.
Eu não dormira, apenas chorei, então não tive coragem de me olhar no espelho. Estava envolta em uma velha manta amarela, meus cabelos caíam por cima dos ombros, eu nem precisava que alguém me dissesse que eu estava horrível. Não vi ou falei com minha mãe desde o ocorrido na noite passada, eu nem sei se aguentaria. Olhei para minha pulseira dourada e encostei a cabeça na janela de vidro do quarto, parecia que cada movimento que eu fazia ou cada pensamento que passava por ela era como uma faca. A princípio, para mim a gêmea morta era eu. Ouvi batidas na porta, não a abri, se eu mal tinha forças para respirar imagine para falar ou andar. Minha mãe entrou em meu quarto, seus olhos inchados e vermelhos escondiam-se por baixo do óculos. Ela parecia tão mal quanto eu, se isso é possível.

- Oi amorzinho. - Ela falou, passando a mão em meus cabelos. Sua voz estava rouca e triste. Não conseguia dizer nada, deitei minha cabeça em seu colo e apertei os olhos para que eu não chorasse mais.
Eu estava tão frustrada, com ódio, confusa. Que droga era aquilo que atacou a gente ontem? Por que meu pai teve que nos abandonar? Várias perguntas passavam-se na minha cabeça, então cerrei o punho ao pensar que Liv poderia estar viva.

- Mãe... - Minha voz saiu mais como um sussurro. - O que era aquilo?
Passamos tanto tempo em silêncio que eu mal percebi que ela estava chorando.
- Eu não sei, amorzinho. Eu mal vi a coisa.
- Juro que vou me vingar. -
Falei, e minha voz saiu um tanto sinistra e ameaçadora.

Eram seis da tarde, ao jugar pelo tom do céu. Ainda estava imóvel, no mesmo lugar desde ontem. Minha mãe havia saído pois o diretor de sua empresa havia chamado ela para uma reunião, ignorando o fato de sua filha ter morrido. Ela apareceu no meu quarto, o rosto mostrava o quanto estava mal.
- Oi, filha.
- Seu chefe é um idiota. -
Falei entre os dentes.
- É, eu sei. - Ela se sentou ao meu lado. - Precisa comer alguma coisa.
Olhei para ela.
- Não preciso.
- Querida, Liv gostaria que fizesse isso?
- Ela estaria do mesmo jeito se eu tivesse morrido. -
Enchuguei uma lágrima antes que ela caísse.
- Sei que sim. - Mamãe abraçou as pernas como uma adolescente. - Mas você é tudo o que me resta agora. Não posso perder você também, filha.
Quando ela disse isso, fiquei ainda mais brava com meu pai. A única coisa que consegui comer... Ou melhor, beber, foi um copo de leite. Minha mãe ia saindo do quarto para pegar mais coisas e me forçar a comer quando a chamei.
- Mamãe.
Ela se virou, seus olhos verdes-vermelhos olharam para mim atentamente.
- Quero voltar para a Filadélfia. - Disse.
Mamãe deu um sorriso fraco.
- Por que?
- Não aguento ficar aqui nem mais um segundo. Me sinto insegura. -
Mordi levemente o lábio inferior.
- Querida, nós vamos voltar, mas espere. - Ela implorou.
Olhei para baixo, se eu tinha que ficar em Nova York, seria para achar o que nos atacou.
- Eu sei o que está pensando. - Disse minha mãe como se lesse minha mente. - E não pode fazer isso.
- Por que não, mãe? - Disse com raiva.
- Não sabemos o que é, e você não está em condições.
- Não me interessa.

- Amy! - Ela me repreendeu. - Pare com isso!
Deitei na cama. O impacto de minha cabeça no travesseiro fez com que eu adormecesse instantaneamente. A dor era como fogo.

Meu rosto estava ensopado. O ar era frio. Pensei estar de volta em minha casa, na Filadélfia. Abri um olho e vi minha mãe com um pano molhado.

- Estou fazendo uma compressa. - Ela falou tão baixo que quase não ouvi. - Você está queimando em febre.
Toquei meu pulso, era verdade.
- Que horas...?
- 4 da manhã. -
Ela respondeu rapidamente. - Amy, acho que já chegou a hora de saber algumas coisas.
- Que coisas? - Perguntei sonolenta.
- Fique melhor e eu conto. - Ela sorriu e saiu do quarto.



amy saphire

FILHA DE APOLLO • CAMPEÃ DE HERA • INSIDE YOUR SOUL
avatar
Amy Saphire
Devotos de Hera
Devotos de Hera

Mensagens : 344
Pontos : 439
Data de inscrição : 30/04/2011
Idade : 20
Localização : Aonde eu estiver :D

Ficha "Meio-Sangue"
Vida :
200/200  (200/200)
Energia:
200/200  (200/200)
Arsenal :

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Despertando a Parte Escondida da Minha Vida

Mensagem por Michael Yew em Ter Jul 12, 2011 8:48 pm

Adorei os dois capitulos Mana, super legal.

Parabéns!



♣ Mike ♣ Filho de Apollo ♣ Sem Chalé ♣



"Only a sunbeam is enough to drive away
various fears..."
avatar
Michael Yew
Filhos de Apolo
Filhos de Apolo

Mensagens : 1033
Pontos : 1162
Data de inscrição : 04/04/2011
Localização : Chalé 7 (quando tiver um)

Ficha "Meio-Sangue"
Vida :
185/185  (185/185)
Energia:
185/185  (185/185)
Arsenal :

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/pages/Percy-Jackson-Olympus/506910676004

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Despertando a Parte Escondida da Minha Vida

Mensagem por Amy Saphire em Dom Jul 17, 2011 2:05 pm

Capítulo 3 - Escuridão
Parte I

Eu estava encolhida no sofá, vendo um álbum de fotos antigas. De fato a minha mente não havia descansado a muito tempo, e eu estava curiosa em saber o que minha mãe queria me contar, as "coisas". Fiquei olhando enquanto ela andava de um lado para o outro, tensa, parecia com medo.
- Ok, eu vou contar.
- Aleluia. -
Falei sarcástica. Eu odiava parecer grossa, mas a morte de minha irmã tinha afetado gravemente o meu humor.
Ela sentou ao meu lado e franziu os lábios, como se estivesse nervosa demais para falar.

- Eu não queria contar, mas depois do que aconteceu com a Liv não acho que esteja segura aqui.
Não entendi direito.
- Vou voltar pra casa?
Ela fez sinal negativo com a cabeça.
- Não, Amy. Você vai para casa. Sua casa.
Ok, eu estava bem confusa.
- Quer explicar de novo?
- É o seu pai.

Sempre ficava mais tensa quando se mencionava meu pai, mesmo não sabendo o nome dele.
- O que tem ele?
Ela batia o pé e eu temia que ela fosse furar o chão.
- Querida, você precisa ir para um Acampamento. Um Acampamento que seu pai queria que você fosse.
Pensei um pouco naquilo.
- Não, mãe. Eu não vou. Meu pai nunca se importou comigo, não vou ir para um Acampamento só porque ele quer.
- Querida, eu também quero. E é só por esse verão. Depois você volta.

Me levantei, minhas pernas estavam doendo, eu não andava a dois dias.
- Mas por que você quer que eu vá? - Falei, um tanto alto para meu tom de voz.
- Porque você é uma semideusa!
Fiquei chocada. O que ela tinha dito? Semideuses não eram aqueles gregos dos mitos? E por que ela estava chorando?
- Mãe, o que...
- Querida, querida. -
Ela levantou e colocou as mãos no meu rosto. - Não posso falar mais do que isso. Eu coloquei sua vida em risco. Vamos, faça suas malas, vou levá-la para Long Island.
- Então era um monstro, na noite do acidente?

Ela fez que sim com a cabeça e me empurrou para meu quarto.
- Não vou deixar você me levar. - Virei-me para ela e cruzei os braços na frente do corpo. - Você pode estar em risco. Vou sozinha, eu sei o caminho.
- Enlouqueceu? Seria imposs...
- Mãe. Eu vou conseguir.

Fechei a porta e tirei o lençol de cima da minha cama, e encontrei algo muito... hã, incomum. Parecia uma faca, mas era muito afiada e feita de bronze. Uma adaga. Peguei um lenço e a prendi em minha cintura, coloquei um casaco e uma mochila com alguns suprimentos necessários, estava na hora de ir.

Parte II


Na hora de ir embora minha mãe parecia estar vendo o meu funeral. Peguei um ônibus para Long Island e eu tinha medo do que podia acontecer. O ponto de ônibus de chegada era no meio das árvores, a estrada era reta. Andei por duas horas até que vi: Acampamento Meio-Sangue. Que diabos significa meio-sangue? Tinha que subir uma colina, que ótimo. Eu estava exausta, não era o suficiente? Mas eu tinha que ir. Me aproximei da subida quando ouvi um barulho de cobra, um chiado horrendo. Foi ficando mais alto até que de dentro da floresta saiu uma mulher... Uma monstra. Verde, olhos amarelos, e onde deveria ter pernas tinham corpos de cobra. Meu coração acelerou e eu quis correr, mas eu estava congelada.
- Ora, ora, uma meio-sssssssangue. Ei esssstava messssmo querendo um lanchinho.
Peguei minha adaga, mesmo não sabendo como usar. A coisa atacou, pulou em mim e eu pressionei minha espada em seu braço verde e me levantei, a mulher-cobra ficou furiosa e me empurrou, eu caí de costas no chão e bati a cabeça. Ela se aproximou, talvez estava faminta, eu a chutei e ela voou, mas caiu em pé. Rastejei e peguei a adaga de novo, dessa vez minha mira foi na cabeça dela, que urrou e caiu. Depois começou a... se desintegrar e sumiu. Percebi que minha cabeça estava latejando e sangrando, foi quando minha visão embaçou e eu me vi perdida na escuridão. Havia chegado a hora de morrer também?



amy saphire

FILHA DE APOLLO • CAMPEÃ DE HERA • INSIDE YOUR SOUL
avatar
Amy Saphire
Devotos de Hera
Devotos de Hera

Mensagens : 344
Pontos : 439
Data de inscrição : 30/04/2011
Idade : 20
Localização : Aonde eu estiver :D

Ficha "Meio-Sangue"
Vida :
200/200  (200/200)
Energia:
200/200  (200/200)
Arsenal :

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Despertando a Parte Escondida da Minha Vida

Mensagem por Rei Bóreas em Seg Jul 18, 2011 10:04 am

PERFECT!


Olá Convidado, sou Bóreas, o deus do vento do Norte.
avatar
Rei Bóreas

Mensagens : 201
Pontos : 465
Data de inscrição : 18/04/2011

Ficha "Meio-Sangue"
Vida :
99999/99999  (99999/99999)
Energia:
99999/99999  (99999/99999)
Arsenal :

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Despertando a Parte Escondida da Minha Vida

Mensagem por Logan McCoy em Ter Jul 19, 2011 12:50 pm

E S S A P O # @ F I C O M U I T O B O A M A N A L I N D A

ahah


Hoje eu estou afim de salvar o mundo no Dragão feliz(Festus é Fo@#!!)


Quinteto Fantástico


Spoiler:
Logan

Mike

Amy

Mab

Matt

Louise, Jason, Caos, Wolf e Dean, os integrantes mais fo#@$
avatar
Logan McCoy
Filhos de Apolo
Filhos de Apolo

Mensagens : 181
Pontos : 180
Data de inscrição : 18/07/2011
Idade : 21
Localização : Chalé de Apollo

Ficha "Meio-Sangue"
Vida :
110/110  (110/110)
Energia:
110/110  (110/110)
Arsenal :

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Despertando a Parte Escondida da Minha Vida

Mensagem por Michael Yew em Ter Jul 19, 2011 1:32 pm

Adorei Mana



♣ Mike ♣ Filho de Apollo ♣ Sem Chalé ♣



"Only a sunbeam is enough to drive away
various fears..."
avatar
Michael Yew
Filhos de Apolo
Filhos de Apolo

Mensagens : 1033
Pontos : 1162
Data de inscrição : 04/04/2011
Localização : Chalé 7 (quando tiver um)

Ficha "Meio-Sangue"
Vida :
185/185  (185/185)
Energia:
185/185  (185/185)
Arsenal :

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/pages/Percy-Jackson-Olympus/506910676004

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Despertando a Parte Escondida da Minha Vida

Mensagem por Amy Saphire em Ter Jul 19, 2011 9:07 pm

Capítulo 4 - Primeiro Dia


Eu nem sabia se estava viva. Então senti uma mão tocando minha testa, era um toque bom. A propósito achei que fosse minha mãe, então chamei por ela. Uma voz suave riu e falou:
- Não, querida. Uma pena.
Abri um olho e vi uma mulher. Quer dizer, parecia um anjo, na verdade. Estava deitada em seu colo, me levantei e vi que estávamos em uma... Limusine.
- Fiz o máximo que pude, minha querida. Mas não sou deusa da medicina.
Olhei para meus braços que antes estavam cheios de cortes agora tinham apenas umas cicatrizes curadas. A mulher sorria.
- Afrodite? - Arrisquei. Ela poderia me chamar de louca por falar o nome de uma deusa da mitologia, mas ela apenas sorriu.
- Como descobriu?
Minha cabeça rodou um pouco. Eu conhecera um deusa. Se eu contar... Vão me internar num hospício.
- Ahn... Senhora Afrodite... Por que me ajudou? Não que eu não esteja eternamente agradecida, mas eu poderia estar morta agora se não fosse por sua ajuda.
Ela tirou minha franja que estava em cima do meu olho.
- Sinceramente? Eu não sei. Mas eu senti um grande afeto por você, Amy. Achei que fosse uma de minhas filhas, mas sinto muito, não é.
Como ela sabia o meu nome?
- Li na sua pulseira. - Ela disse sorrindo como se estivesse lendo meus pensamentos.
A porta da limusine se abriu e eu acho que era a minha deixa. Peguei minha mochila e saí, olhei para a deusa e fiz uma reverência.

- Não precisa agradecer novamente. Ah, e diga que tem minha bênção para ficar no chalé 10 enquanto não é reclamada.
A parte do chalé foi meio estranha, mas como eu não entendia quase nada fui em direção ao Acampamento. No topo da colina eu podia ver uma casa de uns três andares e teto azul (vamos chamar um pintor, né...), vários chalés, uma arena de luta (mitológico), campos de morango e... Eram tantas coisas que se eu citasse uma por uma daria para colocar em um livro. Com cuidado fui descendo, vi que muita gente estava reunida em grupos. Alguns eram bem parecidos, outros eram diferentes e a única coisa em comum eram os gostos, como música ou armas (sim, armas).

Nem preciso dizer o quanto eu fiquei assustada com um menino-bode ter me recebido e me mandado para uma sala na casa de telhado azul.
Sobre o filme: Mitos são reais, assim como os deuses, cada um tem um chalé, se você não foi reclamada vai para o de Hermes.
E lá fui eu para o chalé de Hermes.
Com nada mais do que minha mochila e minha adaga, bati na porta do chalé 11. Um garoto me atendeu. Como eu poderia descrevê-lo... Sabe aqueles duendes de filmes? Pois é.

- Oi! Você é mais uma indefinida? Bem vinda, eu sou Travis. Deu sorte, tem um beliche vazio.
- Sou Amy. -
Sorri e fui em direção a cama que ele havia apontado. Era a parte de baixo de um beliche. Tomei um banho e fiquei encolhida sentada na cama. Tirei o livro do Harry Potter que estava lendo e fiquei feliz por estar silêncio no chalé.
Então, foram chegando mais pessoas, começaram a fazer bagunça, guerra de travesseiros, gritar e mais um monte de coisas que me deixaram assustada. Então Travis gritou:

- Ei, gente! Tem uma menina nova!
Ele apontou pra mim e eu enrubesci, todo mundo disse oi e voltou para o que estava fazendo. Resolvi ouvir música em meu iPod e tentar dormir, mas a confusão era tão grande que eu não consegui.
Pedi em silêncio para que meu pai me reclamasse logo.

Spoiler:


Post pequeno, mas obrigada aí a quem está lendo ><



amy saphire

FILHA DE APOLLO • CAMPEÃ DE HERA • INSIDE YOUR SOUL
avatar
Amy Saphire
Devotos de Hera
Devotos de Hera

Mensagens : 344
Pontos : 439
Data de inscrição : 30/04/2011
Idade : 20
Localização : Aonde eu estiver :D

Ficha "Meio-Sangue"
Vida :
200/200  (200/200)
Energia:
200/200  (200/200)
Arsenal :

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Despertando a Parte Escondida da Minha Vida

Mensagem por Logan McCoy em Ter Jul 19, 2011 9:13 pm

ficoo mt bom, se for me colocar, finge que eu entrei um pouco depois *--* kkkk


Hoje eu estou afim de salvar o mundo no Dragão feliz(Festus é Fo@#!!)


Quinteto Fantástico


Spoiler:
Logan

Mike

Amy

Mab

Matt

Louise, Jason, Caos, Wolf e Dean, os integrantes mais fo#@$
avatar
Logan McCoy
Filhos de Apolo
Filhos de Apolo

Mensagens : 181
Pontos : 180
Data de inscrição : 18/07/2011
Idade : 21
Localização : Chalé de Apollo

Ficha "Meio-Sangue"
Vida :
110/110  (110/110)
Energia:
110/110  (110/110)
Arsenal :

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Despertando a Parte Escondida da Minha Vida

Mensagem por Hope Anne A. Leonel em Qua Jul 20, 2011 12:30 pm

Lindo Amy! NÂO PARA! Se parar eu te mato*_*
haha
È serio!



hope anne angles leonel
avatar
Hope Anne A. Leonel

Mensagens : 167
Pontos : 166
Data de inscrição : 09/06/2011
Idade : 21
Localização : Chalé de Perséfone - Submundo

Ficha "Meio-Sangue"
Vida :
120/120  (120/120)
Energia:
120/120  (120/120)
Arsenal :

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Despertando a Parte Escondida da Minha Vida

Mensagem por Convidad em Sab Jul 23, 2011 11:02 am

Minha mana linda e escritora *o*
Não tô aqui, mas tô lendo e tô amando.
Queria eu saber escrever que nem você ToT
Enfim, continua logo.

Besinhos :*

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Despertando a Parte Escondida da Minha Vida

Mensagem por Pyter lans em Qua Ago 10, 2011 8:57 pm

Muito bom Amy, continua escrevendo, vou adorar ler ^^


Filho de Macária Deusa da boa morte.


não ta dando pra entrar no chat
avatar
Pyter lans

Mensagens : 139
Pontos : 221
Data de inscrição : 30/05/2011
Idade : 22
Localização : Chalé de Macária ou andando por aí

Ficha "Meio-Sangue"
Vida :
110/110  (110/110)
Energia:
110/110  (110/110)
Arsenal :

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Despertando a Parte Escondida da Minha Vida

Mensagem por Convidad em Qua Ago 10, 2011 9:00 pm

Amei! Quero ver a continuação. ^^

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Despertando a Parte Escondida da Minha Vida

Mensagem por Alessa Grace em Qua Out 05, 2011 3:30 pm

leegaal Smile não tem mais? :S
avatar
Alessa Grace

Mensagens : 2
Pontos : 4
Data de inscrição : 05/10/2011
Idade : 23

Ficha "Meio-Sangue"
Vida :
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Arsenal :

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Despertando a Parte Escondida da Minha Vida

Mensagem por Ania van Bartz em Sab Out 08, 2011 5:20 pm

Legal, gostei XD


avatar
Ania van Bartz
Guerreiros da Noite
Guerreiros da Noite

Mensagens : 219
Pontos : 208
Data de inscrição : 03/04/2011
Idade : 21

Ficha "Meio-Sangue"
Vida :
200/200  (200/200)
Energia:
200/200  (200/200)
Arsenal :

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Despertando a Parte Escondida da Minha Vida

Mensagem por Amy Saphire em Dom Out 09, 2011 3:24 pm

Oushi, fofos. Obrigada pelos elogios.
Talvez um dia eu continue essa fic. É que eu tô fazendo sobre uma outra Amy filha de Apollo (não sou eu, não tenho nada a ver com ela) melhor que essa. Em breve posto o link.
Beijo \o/



amy saphire

FILHA DE APOLLO • CAMPEÃ DE HERA • INSIDE YOUR SOUL
avatar
Amy Saphire
Devotos de Hera
Devotos de Hera

Mensagens : 344
Pontos : 439
Data de inscrição : 30/04/2011
Idade : 20
Localização : Aonde eu estiver :D

Ficha "Meio-Sangue"
Vida :
200/200  (200/200)
Energia:
200/200  (200/200)
Arsenal :

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Despertando a Parte Escondida da Minha Vida

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 :: Diversos

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum